Saiba como ver a conjunção tripla entre Júpiter, Saturno e Lua neste final de semana

A conjunção tripla entre Júpiter, Saturno e Lua poderá ser observada no céu brasileiro neste final de semana, sábado (21) e domingo (22).

No sábado (21), Saturno fica visualmente acima da Lua e Júpiter, abaixo e a esquerda da Lua. Já no domingo (22), a Lua pode ser vista abaixo de Júpiter e Saturno.

Veja também:

O que significa uma conjunção com a Lua?

Na astronomia, uma conjunção é um evento aparente que ocorre quando dois ou mais objetos espaciais são visíveis muito próximos um do outro. Em geral, as conjunções ocorrem entre o nosso satélite natural e os planetas (Vênus, Mercúrio, Marte, Júpiter ou Saturno).

Obviamente, os planetas não se aproximam da Lua no espaço – isso causaria um impacto significativo no Sistema Solar. Os objetos espaciais só parecem estar próximos no céu para os observadores da Terra.

Alerta de spoiler: recomendamos que você não perca a conjunção da Blue Moon e Júpiter.

21 de agosto: conjunção Lua-Saturno

A conjunção ocorrerá em 21 de agosto de 2021, às 19:15. Desta vez, o satélite 95% iluminado se encontrará com Saturno na constelação de Capricórnio, situada a 3 ° 42 ‘ao sul do planeta. Os corpos celestes brilharão em magnitudes de -12,6 e 0,2, respectivamente.

Saturno recentemente atingiu uma oposição, o que significa que o planeta está no seu melhor brilho do ano agora. O planeta está quase oposto ao Sol no céu da Terra e é visível a maior parte da noite. Saturno não é tão perceptível a olho nu quanto o próximo planeta da nossa lista, Júpiter; no entanto, quando observado através de um telescópio, Saturno oferece uma visão verdadeiramente deslumbrante.

22 de agosto: Lua-Júpiter

Em 22 de agosto de 2021, à 01:56, você terá a chance de avistar o brilhante Júpiter perto da Lua Azul na constelação de Capricórnio; nosso satélite natural passará 3 ° 57 ‘ao sul do gigante gasoso. Júpiter também alcançará uma oposição em 20 de agosto de 2021, brilhando no seu máximo. Será muito mais luminoso do que Saturno, brilhando com uma magnitude de -2,9. Mesmo a lua 100% iluminada não ofuscará seu brilho.

No sábado (21), Saturno fica visualmente acima da Lua e Júpiter, abaixo e a esquerda da Lua. Já no domingo (22), a Lua pode ser vista abaixo de Júpiter e Saturno.

Como ver uma conjunção Lua-planeta?

Aqui está o que você precisa saber com antecedência:

  • Objetos espaciais sobem e definem o tempo para sua localização: existe a possibilidade de que um objeto se eleve acima do horizonte durante o dia, então você não será capaz de vê-lo.
  • A fase lunar: o disco lunar totalmente iluminado é, sem dúvida, uma visão excitante, mas também esconde alguns objetos relativamente tênues que estão próximos a ele.
  • A trajetória dos objetos espaciais no céu: isso o ajudará a visualizar o movimento futuro de objetos espaciais.
  • Para ver o fenômeno, o aconselhável é procurar por áreas com menos luminosidade, como áreas rurais, para que o brilho dos objetos celestes, não sejam ofuscados.

Lembre-se de que, dependendo do seu fuso horário, você pode perder o momento exato do fenômeno, mas ainda tem a chance de avistar um planeta perto da lua.

3 signos que serão menos afetados pela lua cheia de agosto.

Lua Azul

No dia 22 de agosto ocorre a chegada da lua cheia, que dessa vez foi apelidada como Lua Azul, embora não haja alteração real de sua cor.

A explicação para o termo é que essa fase lunar é conhecida como “Blue Moon”, quando ocorre por duas vezes em um mesmo mês.

Isto ocorre em intervalos de dois anos devido a diferença no tempo de uma até a próxima, de 29,5 dias e a duração dos meses que possuem de 28 a 31 dias. Esta é a definição mais difundida, mas já houve outras.

Siga nossas redes sociais! Facebook e Instagram.






Back to top